MAIÚSCULAS ou minúsculas: NETiqueta, estética ou ciência?

Para começar, vamos apresentar o termo como é usado em artes gráficas:

  • CAIXA ALTA (Maiúsculas)
  • caixa baixa (Minúsculas)
  • Caixa Alta e Baixa (Maiúsculas e minúsculas)

Muitos não sabem, mas é assim que os designers se referem às letras. Vamos dizer, é um jargão profissional, e eu não consigo escapar dele. Para mim é até difícil escrever maiúsculas e minúsculas.

Isso posto, vamos ao que interessa: quando devemos e podemos usar cada uma das três formas de escrita acima mencionadas? Muitos poderão dizer que escrever em caixa alta é indelicado, pois significa que você está gritando, mas esta é uma interpretação relativamente nova para a questão. Se diz isso por causa da NETiqueta, ou etiqueta na internet. Não sei mais se o termo ainda é usado, ou se alguém ainda explica isso para os seus filhos, mas assim que a internet apareceu, e com ela a possibilidade de trocar mensagens de texto sem enviar um telegrama, todos aprenderam que era “feio” escrever em caixa alta.

Mas este artigo não se trata disso, mas sim de algo que tomei conhecimento muito antes de a internet se tornar algo presente em nossas vidas. Logo que comecei a minha carreira em design gráfico, meu chefe me proibiu de escrever qualquer coisa em caixa alta. Tudo deveria ser escrito em caixa alta e baixa, sejam títulos intertítulos, placas, formulários ou o que for. Achei estranho a princípio, pois era bem comum o uso de caixa alta em títulos e resolvi perguntar por quê.

Ele me disse que textos em caixa alta e baixa têm melhor legibilidade. Estudos haviam comprovado que nós lemos o texto por reconhecimento de forma das palavras. Por esta razão conseguimos ler um texto com letras trocadas de posição ou até números em lugares de certas letras, desde que as palavras tenham o comprimento certo e início e fim de acordo com a versão correta. Além disso, as letras em caixa baixa tem mais “personalidade” no seu desenho do que as letras em caixa alta, ajudando a reconhecer as palavras e aumentando a velocidade de leitura.

Esta informação mudou completamente a minha formação como Designer Gráfico. A partir daí entendi que o papel do Designer é garantir que uma informação chegue da melhor forma possível ao leitor, e não da forma mais bonita. É claro que a estética é importante, mas de nada adianta para o conteúdo se ela não for usada para valoriza-lo. Muitos designers se esqueceram disso e fazem o seu trabalho se preocupando apenas em fazer algo mais bonito.

Sendo assim, desde o meu tempo de estagiário venho explicando às pessoas que ao contrário do que se pensa, caixa alta não dá mais legibilidade, ao contrário, dá menos. Um exemplo da aplicação deste estudo são as placas de trânsito. Praticamente todo o texto de placas de trânsito é escrito em caixa alta e baixa. Legibilidade é fundamental para a segurança no trânsito. Nota-se que só se encontra placas em caixa alta em cidades pequenas, onde provavelmente as pessoas responsáveis pela confecção não tem idéia do que é legibilidade.

O mais estranho é que a resistência das pessoas a esta informação. Como existe uma infinidade de placas e letreiros feitos em caixa alta, as pessoas tendem a acreditar que isto é o correto.

A primeira discussão que aparece é que o texto ficará menor em caixa alta e baixa. Tenho sempre de explicar que é exatamente o oposto, ele fica maior. Vamos escrever a mesma palavra das duas formas para ver o que acontece.

PADARIA
Padaria

Você vai dizer: viu, ficou menor! Eu explico: normalmente o problema da escrita em placas é a largura da placa. Se tomarmos a mesma largura para os dois exemplos, o texto excrito em caixa alta e baixa será maior aproximadamente 25%. Veja exemplo ao lado.

Sendo assim, continuo explicando a todos clientes, colegas e leitores que escrever em caixa alta e baixa é uma questão de ciência.

5 comments on “MAIÚSCULAS ou minúsculas: NETiqueta, estética ou ciência?

  1. Oi Fábio blz? Me tire uma dúvida, uma vez desenvolvi um cartão de visita pra um cliente e usei letras caixa baixa no endereço e bairro (nomes próprios de pessoas) fi isso justamente porque o cartão ganhou uma estética visual diferente um traçado horizontal mais definido nas fontes….
    ele argumentou essa ideia mas porém também concordou comigo sobre o visual…..sua opinião essa quebra de protocolo em nomes próprios é certo?

    Abraço!

    1. Oi Fabiano

      Se eu entendi bem você está dizendo que usou apenas caixa baixa no endereço e bairro.
      Já vi este partido adotado principalmente por arquitetos há cerca de 20 anos atrás. Era comum se ver placas de obras desta forma, mas não tenho visto recentemente.

      Na minha opinião a regra gramatical deve prevalecer, devemos usar caixa alta e baixa. Talvez por isso o seu cliente tenha argumentado.

      No entanto o mundo fica bem mais interessante quando experimentamos o que é diferente e o diferente pode chamar a atenção, até por ser uma quebra das regras. Dependendo do contexto isso pode até ser usado como reforço da imagem da empresa, que ela não segue os caminhos convencionais.

      O mais importante é a identidade que está sendo expressada não é a sua, é a do cliente e ele que tem que se sentir confortável com o resultado. Por mais que tenhamos opiniões diversas sobre a identidade de uma empresa, ela sempre deve refletir a essência dela, o que muitas vezes é determinado pelos donos ou diretores. Como Designers podemos apenas instiga-los a ver novas possibilidades.

  2. Olá. a propósito da resposta publicada na página, em redes sociais, como feici e tuíter, é melhor para a leitura o uso somente de caixa baixa ao invés de alta e baixa? o que é mais confortável para o entendimento do texto (que quase sempre é curto. tem, no máximo, por volta de três parágrafos) ? grato

    1. Robson, textos, como um parágrafo, sempre serão mais fáceis de ler em caixa alta e baixa. O ponto principal é exatamente este, as letras em caixa baixa tem mais personalidade e são mais facilmente reconhecidas. Vale respeitar a regra gramatical, a primeira letra da frase em caixa alta e as demais em caixa baixa.

  3. Olá!
    Estou com a seguinte tarefa em minha empresa, definir um layout padrão para o nosso cadastro de clientes. Umas das primeiras questões levantadas foi a questão do uso da caixa alta que hoje é nosso padrão. Sobre isso, devido ou seu texto, já estou convicto que o ideal é utilizar caixa alta e baixa. Mas com relação a acentos, ç, etc… como devo proceder?
    Ficarei muito grato em receber um retorno.

    Atenciosamente,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o topo